Thursday, March 08, 2007

TCS Geografias Emergentes. O Monte Vai ao Incrivel Almadense

!extra! extra! extra! extra!sábado, 10 de março, às 23h, O Monte* apresenta "Geografias Emergentes" no Incrível Amadense: Miguel Graça e Benjamin Brejon improvisam sobre visões panópticas da urbanidade com a Letónia no pensamento + conversa aberta com Marko Stamenkovic, Nathalie Mansoux e ?lex

Geografias Emergentes articula-se a partir da ligação de dois territórios emergentes (Extremadura - na sua definição mais lata, com ramificações até Portugal -, e Letónia), que partindo da sua localização geográfica periférica no contexto europeu e global, estão a tornar-se centrais na redefinição contemporânea das relações entre tecnologia, criatividade e sociedade

Esta experiência transforma em questão central a redefinição contemporânea das relações que a tecnologia, a criatividade e as novas localidades e grupos sociais converteram em novos territórios de experiência social, cultural, científica e tecnológica, afastados dos tradicionais centros de produção de conteúdos e formas económicas, sociais e culturais. Por um lado, a Extremadura: região geográfica no extremo sudeste do continente, pioneira do mundo na migração para software livre com o sistema operativo Linex. Por outro, a Letónia: ex-república soviética no Báltico, onde se conseguiu reciclar para uso civil, artístico e cultural, enormes instalações tecno-militares da Guerra-fria.

Geografias emergentes irá investigar, desde a teoria inicial de relação periférica até à prática experimental (laboratório tecnológico) de coabitação por redes, o potencial de uma ponte de intercâmbio cultural entre a Extremadura e a Letónia neste contexto emancipador, global e fluido, partindo da tecnologia como organismo gerador de ligações e novas “pulsações geográficas”.

O projecto consiste num work in progress dividido em 3 fases e, tendo a primeira fase - que decorreu dia 18 de Fevereiro, na ZDB, em Lisboa - consistido na divulgação geral de TCS - Geografias Emergentes, e a apresentação dos projectos portugueses a desenvolver nas fases seguintes, seleccionados para as Fase 2 (Letónia) e Fase 3 (Laboratório Tecnológico na Sibéria Extremeña).

Os projectos seleccionados para Fase 2 (Letónia) / Premios K@2 foram os seguintes:
1/ Ana Maria Vieira: (LX)Fluxhack: Pendulum Project

2/ Rubén Alcázar Ledesma: Tecnopaisaje

3/ Economic Architextures / Carlos Babiano Espinosa y Francisco J. Vaz Cano

4/ Jaime Díez Honrado: Laraich – Siberia Tatajarrak

5/ Fancisco Fernández Gallardo: Carta de ruta – Porno estéreo

6/ Gonzalo Palomo Guijarro: ¡Hilos conductores de película!

7/ Luhuna Carvalho: (LX)Fluxhack: Flight

8/ Paulo Maias de Carvalho y Sandra Patrícia Ferreira: Do Archidroids Accomodate Electric People

9/ Gabriel Fernández Martín: red mineral – red digital

10/ José Mendoza Milara: Asilo

Entre 10 e 17 Março, Ana Maria Vieira, Luhuna Carvalho e Maria João Lobo estarão na Letónia - em Riga, Irbene, Ziemupe, Karosta e Liepaja -, para o desenvolvimento dos respectivos Projectos através da colaboração e trabalho em equipa nos ateliers, mesas de debate e mesas de projecto da K@2.

1 Comments:

Blogger wendao2588 said...

hello,I recommend to you the best browser in history,I really loved it,I hope you may want to download and try. thank you.

12:18 PM  

Post a Comment

<< Home